Publicado em Deixe um comentário

O que te inspira ?

Sempre tive como meta dividir minhas experiências mas nunca levei essa ideia até o fim por números motivos: a frequência que teria de escrever, que assuntos escrever, a vergonha de escrever e de expor alguns aspectos da minha vida, enfim, muitas foram as desculpas. Mas este ano de 2021 está decidido: farei um blog para deixar registrado minhas vivências e inspirações sobre as grandes paixões da minha vida: especiarias/temperos/chás e viagens.

Pretendo publicar semanalmente um texto sobre o universo das especiarias, ervas e chás e algumas das viagens que já fiz por esse mundão. Será como um diário para que no futuro eu tenha tudo isso registrado e perceba quantas coisas legais podemos fazer nessa vida, de forma simples e leve. Além de que, vai que possa ser útil para alguém, não é!?

Antes de tudo, vou me apresentar e contar como funcionará tudo por aqui…

Me chamo Bruna, moro em Videira, uma linda e aconchegante cidade do interior de Santa Catarina. Aqui, em 1997 meus pais compraram uma empresa de temperos, a GR Condimentos. Cresci rodeada de especiarias, eu brinco que eu e minha irmã crescemos dentro de um saco de pimentas e, hoje 24 anos depois estou no processo de assumir a gestão da empresa que comigo será a sua segunda geração.

Neste blog vou escrever tudo o que está relacionado ao meu trabalho, a grande questão é que as especiarias, os temperos e os chás se conectam com muitas outras coisas, veja só: temperos e especiarias estão ligados à gastronomia, que se liga a culturas locais e que tem tudo a ver com as viagens que é a segunda coisa que mais amo fazer na vida! No final das contas, será um blog sobre esse universo inteiro. O blog ainda não tem nome e assim como tudo o que acontece na minha vida, este nome virá na hora certa.

 No post de hoje, vou falar sobre INSPIRAÇÃO! Gosto muito dessa palavra! Inspirar, significa “introduzir ar nos pulmões” ou também “servir-se de ideias ou obras de outrem” ou ainda “fazer nascer no coração um sentimento, um pensamento, um designo” e é isso!

Esse blog surgiu de uma inspiração de fazer um pouco mais, eu queria dividir essa energia boa e contagiante que eu sinto quando falo do meu trabalho ou de uma viagem que fiz. Eu sou movida por inspirações, faço mil planos num segundo, e eu tenho formas de buscar a inspiração que vou dividir aqui.

Um dos momentos que mais refleti sobre “inspiração” foi numa experiência que vivi em Toronto no Canadá, quando fazia um intercâmbio, em 2017 (inclusive este intercâmbio me inspirou na criação de 3 mix de especiarias, o Trio Spice, que eu contarei em breve por aqui). Na época eu praticava corrida de rua de até 12km e, descobri que justamente naquele mês que eu estava lá aconteceria a Toronto Waterfront Marathon, uma corrida bem tradicional, me inscrevi na categoria de 5km, assim eu poderia curtir com segurança e viver a experiência de uma corrida fora do país.

E lá fui eu em meio a 7.000 corredores, gente de todas as idades, de diferentes portes físicos, várias nacionalidades, com e sem necessidades especiais, caracterizados (é comum em provas estrangeiras os corredores se fantasiarem para correr, é bem divertido!), e eu estava ali correndo numa das cidades mais multiculturais do mundo, aquele dia me senti uma cidadã do mundo, foi surreal.  

Mas, o que tem a ver a corrida com este post? acontece que no dia anterior que antecede a prova você precisa retirar o kit de corrida (a festa já começa ali! Inclusive, participar de uma corrida de rua é daquelas experiências que você precisa fazer antes de morrer!).

O trajeto até a retirada do kit foi um super passeio, andei de metrô e street car e chegando ao local, uma espécie de ginásio, mas não era um ginásio comum, a entrada parecia um palácio, muito florido, com estátuas, e era tudo tão lindo que gastei alguns minutos lá fora contemplando, tirando fotos e observando as pessoas.

Lá dentro muita coisa acontecendo: entrega do kit, degustação de cafés, feirinha de artigos de corrida, tinha uma área para escrever cartazes e fazer fotos bem divertidas. E no meio de tudo isso havia um quadro negro gigantesco, com a frase “What inspires you?” que parecia ser dita por este Senhor corredor de 80 anos. E à disposição dos atletas haviam canetas neon para escrevermos a resposta…

Não lembro quanto tempo fiquei nesse lugar, eu perdi a noção do tempo e, ali eu pensei e refleti muito… e só conseguia repetir “O que me inspira?”, e ao invés de encontrar as respostas, surgiam mais perguntas…

Eu precisava escrever algo naquele quadro e então fiz uma homenagem pro meu marido Raphael (na época era namorado – que inclusive me pediu em casamento nesta viagem! \o/) que era e continua sendo a pessoa que mais me inspira na vida.

Aqui listei 7 maneiras que onde busco inspirações:

1) Viagens: todo o processo de uma viagem, a escolha do destino, os lugares para conhecer, o itinerário em um todo, tudo isso me inspira muito, viajar definitivamente é um investimento que só agrega valor na vida.

2) Livros: em especial o “Roube como um artista” de Austin Kleon, fácil de ler e nos dá uma carga de motivação para a busca da inspiração.

3) Músicas: músicas que tenham significados seja na letra ou na melodia podem ajudar e muito, eu criei uma playlist com as músicas inspiradoras 😉 e sempre que ouço uma música nova já incluo nesta playlist;

4) Fotografia: seja de paisagens, de produtos. No rolo da câmera eu tenho um álbum só dedicado a fotos inspiradoras.

5) Comidas: já foi comprovado que a comida nos remete aos sentimentos mais profundos, por isso alguns alimentos e receitas promovem inspirações;

6) Natureza: só de estar em meio a natureza seja montanha, praia, um rio, uma caminhada numa trilha é uma fonte de inspiração, de renovação da alma!

7) Exercício físico: é bem engraçado, mas quando eu me exercito surgem tantos pensamentos e ideias que a vontade é ter um bloquinho para anotar… Inclusive, já saí pra correr várias vezes com esse objetivo! Hoje com a tecnologia já fui capaz de mandar um áudio para mim mesma com algumas ideias que tive durante uma corrida, parece um pouco louco mas estes momentos devem ser registrados, pois eles podem escapar com facilidade e na maioria das vezes são nesses momentos que moram grandes oportunidades.

Essa frase “What inspires you?” ecoa na minha mente até hoje e, ela é tão incrível que eu a escrevi num pedacinho de papel e deixei na minha carteira, de vez em quando dou uma revisitada nela… e me faz muito bem!

Todos nós podemos sentir essa inspiração, e mais que isso podemos criar formas de nos inspirar. Mesmo com todas essas dicas, a verdadeira inspiração brota dentro da gente, ela surge e a gente consegue sentir no coração, quando acontece isso vai com fé, pois é ali que mora a verdadeira inspiração!

Quando quero buscar inspiração eu faço um pouquinho disso bebendo uma xícara de chá, pra mim sempre funciona!

Do fundo do meu coração, espero que você encontre por aqui alguma coisinha te inspire!

Até o próximo post 😉